O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fez um pronunciamento na rede nacional de TV e rádio para falar sobre a crise hídrica que atinge o país e deixou os reservatórios das hidrelétricas no pior nível em décadas. Em sua fala, o chefe da pasta falou sobre os avanços do sistema elétrico do Brasil e da redução da dependência de usinas hidrelétricas, citando a “expansão das usinas de fontes limpas e renováveis, como eólica, solar e biomassa”. Durante o pronunciamento, o chefe da pasta não falou sobre o racionamento que vinha sendo cogitado. Além disso, Albuquerque disse que medidas como “o incentivo às empresas a deslocarem o consumo dos horários de maior demanda” são essenciais para garantir a segurança energética, que, segundo o ministro pode aumentar caso a população brasileira “evite desperdícios no consumo de energia elétrica”. “O uso consciente de água e energia reduzirá consideravelmente a pressão sobre os sistema elétrico, diminuindo também o custo da energia gerada”, disse o Albuquerque, que concluiu: “Tranquilizamos a todos e estamos certos de que juntos superaremos esse período desafiador e transitório”.

Artigo anteriorLázaro Barbosa: O que falta esclarecer sobre a perseguição que terminou em morte
Próximo artigoNa mira da CPI, Anvisa encerra pedido para uso emergencial da vacina da CanSino