A SPTrans informou que todos os cartões de Bilhete Único de São Paulo que não possuem CPF associado deixarão de existir a partir do dia 1º de setembro. Segundo a empresa, atualmente há 2,6 milhões de cartões nessas condições. Passageiros que não tem o CPF associado tem até o dia 16 de julho para completar o cadastro no site da SPTrans. Assim, é possível continuar comprando créditos até o dia 1º de setembro. Após essa data, é necessário fazer um novo cartão, com nome impresso. Segundo a empresa, os créditos remanescentes no bilhete sem cadastro não serão perdidos, pois serão transferidos para o novo cartão. A SPTrans informou que o objetivo da mudança é reforçar as medidas de combate a fraudes no sistema de transportes e, consequentemente, prejuízos aos cofres públicos e também aos passageiros. “A associação dos cartões antigos a um CPF é a forma de identificar quem está utilizando cartões, garantindo maior segurança para o sistema de Bilhetagem Eletrônica. Os novos Bilhetes possuem tecnologia mais moderna e segura.”

 

Artigo anteriorAraraquara decreta novo lockdown após alta de casos de Covid-19
Próximo artigoENQUETE — 3 EM 1 — Você acha que o Centro vai conseguir um candidato para competir com Bolsonaro e Lula?