A cidade de São Paulo tem postos de saúde sem estoque de vacinas contra a Covid-19 na manhã desta quinta-feira, 24. Segundo o aplicativo da prefeitura “Olho na Fila“, um serviço online que mostrará como está o movimento nos postos de vacinação para evitar aglomerações, 81 dos 478 postos listados estão “aguardando abastecimento”, por volta das 12h40. Desses, 26 estão localizados na Zona Leste e 55, na Zona Sul. No centro, na Zona Norte e na Zona Oeste da capital paulista, nenhuma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Assistência Médica Ambulatorial (AMA) relaram falta de imunizante. Além das UBSs e AMAs, quatro drive-thrus estão sem doses para imunizar a população: Shopping Anália Franco, Shopping Campo Limpo, Shopping Jardim Sul e Novartis Biociência. Em relação aos megapostos, três aguardam no abastecimento: Centro Cultural Grajaú, Shopping Ibirapuera e Unisa Santo Amaro. O posto volante montado no Shopping Metrô Santa Cruz também se encontra sem vacina. Em nota à Jovem Pan, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) assegurou que a falta de estoque é pontual. “Devido à alta procura do imunizante, ocorreram desabastecimentos pontuais em algumas Unidades de Saúde nesta manhã, que já solicitaram o remanejamento de doses”, disse a pasta. Apesar dos pontos sem doses, a secretaria informa que segue realizando a vacinação para pessoas com 48 anos nesta quinta-feira.

Na segunda-feira, 21, a Prefeitura de São Paulo anunciou que a vacinação contra o coronavírus seria suspensa na terça-feira, 22. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, o secretário municipal de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou que 93% da população de 50 a 59 anos foi imunizada, o que levou à falta de doses na cidade. O governo do Estado, então, repassou 181 mil doses da CoronaVac e 30 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford para o município, que retomou a campanha de imunização na quarta-feira, 23. De acordo com a SMS, 120 mil vacinas foram entregues ao município nesta quinta-feira e estão sendo encaminhadas para as Unidades. Ainda nesta quinta, 475 mil doses de vacinas da Pfizer serão distribuídas pelo governo federal e o Estado deve receber mais de 300 mil unidades da Janssen nos próximos dias. No sábado, seis mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da CoronaVac devem chegar a São Paulo. O lote será suficiente para a produção de 10 milhões de doses do imunizante até o final do mês. A prefeitura de São Paulo promete divulgar o cronograma de vacinação da próxima semana até sábado, 26.

Artigo anteriorConfira as curiosidades do famoso Chevette
Próximo artigoENQUETE — 3 EM 1 — Você acha que há tempo suficiente para que o voto impresso seja colocado em prática nas próximas eleições?