O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) determinou o retorno ao trabalho presencial para os servidores públicos do Estado, exceto os que tem comorbidades e ainda não estiverem vacinados contra a Covid-19. Os funcionários estavam em esquema de home office desde 15 de março de 2020. O governo informou que as secretarias vão publicar resoluções no Diário Oficial da União com essa determinação e as datas em que voltarão a trabalhar presencialmente. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 14, Doria disse que a decisão de suspender o home office se deu após a queda do número de casos, internações e óbitos pela Covid-19 no Estado. O governador também reforçou a necessidade de adoção de protocolos sanitários como o uso de máscaras, álcool gel e distanciamento social.

 

Artigo anteriorLetalidade da Covid-19 em São Paulo cai para 19% em três meses, diz governo
Próximo artigoPela primeira vez desde dezembro, nenhum Estado apresenta taxa de ocupação de UTI acima de 90%