O secretário municipal de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou que as doses da vacina da Janssen destinadas à capital paulistas serão distribuídos para todos os postos de saúde. A afirmação foi feita nesta quarta-feira, 23, durante inauguração do novo megaposto de imunização em São Miguel, extremo leste do município. “Segundo o Ministério da Saúde, as capitais serão priorizadas com as doses da Janssen. Estamos para receber entre hoje e amanhã e quando recebermos nós vamos fazer como fazemos com todas as demais, a gente disponibiliza em todas as unidades de saúde. A gente disponibiliza para unidade de saúde e vacina as pessoas que são do grupo que tem dinheiro à vacinação. Quando a gente sempre faz isso quando recebemos, fazemos a divisão proporcional à população de cada UBSs e mandamos para todas”, afirmou o secretário à Jovem Pan. Ao todo, 16 megapostos de vacinação, 21 drive-thrus e 468 unidades básicas de saúde compõe o esquema de aplicação no município.

Edson Aparecido também falou sobre a retomada da imunização contra a Covid-19 após paralisação das aplicações nesta terça-feira e negou a existência de um “caos” na cidade, afirmando que São Paulo têm capacidade para “vacinar 600 mil pessoas por dia”, mas faltam vacinas. De acordo com o secretário, 93% da população de 50 a 59 anos foi imunizada, o que levou a falta de doses. Agora, com o reabastecimento dos postos de saúde, a vacinação foi retomada para pessoas com 49 anos e seguirá de forma escalonada até a segunda-feira, 18, com repescagem prevista para o sábado. Da mesma forma, a aplicação de segunda dose também está acontecendo em toda cidade.

Artigo anteriorCasal é encontrado morto em banheiro de apartamento no Leblon
Próximo artigoEdson Aparecido nega ‘caos’ na vacinação em SP; capital aguarda vacinas da Janssen