O ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu o retorno às aulas presenciais em todo o Brasil. A afirmação foi feita durante um pronunciamento realizado nesta terça-feira, 20. “Quero neste momento conclamá-los ao retorno às aulas presenciais. O Brasil não pode continuar com as escolas fechadas gerando impacto negativo nestas e nas futuras gerações”, afirmou Milton Ribeiro. O ministro também afirmou que “vários países” já retomaram as atividades presenciais, citando Portugal, França e Espanha como exemplos, e disse que tais nações utilizam medidas de segurança para garantir o retorno. “Vários países retomaram as aulas presenciais ainda em 2020, quando sequer havia previsão de vacinação. O uso de álcool em gel, a utilização de máscaras e o distanciamento social são medidas que o mundo está utilizando com sucesso”, afirmou. Além disso, Ribeiro afirmou que a pasta não tem autonomia para determinar a volta das atividades presenciais. “O Ministério da Educação não pode determinar o retorno presencial das aulas. Caso contrário, eu já teria determinado”, concluiu.

Artigo anteriorSaúde diz que alterações de dados de políticos no SUS foram feitas por ‘pessoa credenciada’
Próximo artigoBrasil registra 27 mil novos casos de Covid-19; total é de 19,4 milhões