As forças de segurança federais e estaduais apreenderam 673 toneladas de drogas que passaram pelas fronteiras brasileiras nos últimos 12 meses. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o volume apreendido cresceu 111% em relação ao mesmo período anterior. O dado faz parte do balanço do Programa Nacional de Segurança das Fronteiras e Divisas, operação do governo federal contra organizações criminosas que atuam em áreas fronteiriças. De acordo com os dados do governo, mais de 90% do volume de droga apreendido corresponde a maconha. Foram retiradas de circulação 624 toneladas da droga. Além das quase 700 toneladas de entorpecentes, os agentes de segurança também apreenderam nos últimos doze meses 52,3 milhões maços de cigarro falsificados, 3.220 veículos e 270 embarcações utilizados para o transporte ilegal de mercadorias. Ao todo, mais de 6 mil pessoas suspeitas de praticarem os crimes de contrabando ou descaminho foram presas em áreas próximas às fronteiras brasileiras no período. O Ministério da Justiça que o programa causou um prejuízo de R$ 2,3 bilhões às organizações criminosas e evitou a perda de R$ 250 milhões aos cofres públicos brasileiros.

*Com informações do repórter Antonio Maldonado

Artigo anteriorKit de purificação ajuda famílias brasileiras a consumirem água potável
Próximo artigoVaga para governanta exige imunização com vacina da Pfizer em Campinas