A frente fria que chegou ao Rio Grande do Sul na segunda-feira, 26, se espalha sobre Santa CatarinaParaná e pelo Oeste e Sul de Mato Grosso do Sul nesta terça-feira, 27. A previsão da Climatempo indica neve nas serras gaúchas a partir da tarde de quarta-feira, 28, e nas serras catarinenses a partir da noite. Ainda na quarta-feira, a massa de ar frio de origem polar atinge a região Sudeste e do Centro-Oeste, prometendo uma queda brusca nas temperaturas. Segundo a Climatempo, será a onda de frio mais forte do inverno em São Paulo até agora. As madrugadas terão baixas temperaturas, com chance de bater o recorde de frio para 2021. Neste ano, pela medição oficial do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a menor temperatura da capital paulista foi de 6,3°C nos dias 20 de julho e 30 de junho na estação meteorológica do Mirante de Santana. A empresa de meteorologia prevê cerca de 6°C para a madrugada da quinta-feira, 29, e apenas 4°C para o amanhecer de sexta, 30.

Se a temperatura chegar até 4°C, será a menor temperatura na cidade de São Paulo desde 13 de junho de 2016, quando a temperatura atingiu os 3,5°C no Mirante de Santana. “Porém, se a temperatura durante a passagem desta forte onda de frio ficar abaixo de 3,5°C no Mirante, mesmo que seja apenas por 0,1°C, ou seja, se a mínima atingir 3,4°C, será a menor temperatura em 27 anos, desde 10 de julho 1994, quando a temperatura baixou para 0,8°C”, aponta a Climatempo. Além do frio, há previsão de geada para região metropolitana de São Paulo no fim da semana.

Artigo anteriorEm vídeo, entregador de aplicativo filma dados do cartão; saiba como se proteger do golpe
Próximo artigoVacinados contra a Covid-19 podem contrair e transmitir a variante alfa, diz estudo da Unicamp