Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho foi submetido a uma cirurgia cardiovascular na madrugada deste sábado, 17, após sofrer um princípio de infarto. O auxiliar de Jair Bolsonaro se sentiu mal quando chegava em Porto Seguro, na Bahia, para passar férias com a família. Submetido a exames, foi diagnosticada uma obstrução arterial. Ainda durante a madrugada, o ministro passou por uma angioplastia para a colocação de um stent. Segundo a assessoria do ministério, Marinho está descansando e deve receber alta ainda neste sábado. 

Artigo anteriorPazuello nega ter negociado vacina e diz que só falou com empresários após reunião sem presença dele
Próximo artigoCPI faz estrago político em estruturas do governo e não ajuda posteriormente, diz Confúcio Moura