Uma mulher que fazia trilha no chamado “Vale da Morte“, localizado em Paranapiacaba, na Grande São Paulo, em sofreu uma queda de 20 metros de altura. Ela estava com uma amiga que também ficou ferida. Os bombeiros começaram a procurar as vítimas na tarde do domingo, 25. Elas foram localizadas na madrugada, mas por causa da escuridão foram atendidas e mantidas no local, com o resgate sendo iniciado na manhã seguinte. Uma das mulheres tinha ferimentos mais graves e foi removida pelo helicóptero da Polícia Militar, enquanto a amiga foi retirada da mata com uma fratura no tornozelo. Segundo porta-voz do Corpo de Bombeiros, Major Palumbo, a trilha de Paranapiacaba foi mapeada com QR-Codes, o que ajudou a identificar qual trajeto as pessoas estavam segundo. “Uma trilha perigosa, onde as equipes conseguiram localizar as vítimas por meio de um sistema de QR-Code que já foi colocado para que tivesse a possibilidade da rápida localização de vítimas nessas condições. As equipes entraram, conseguiram localizar as vítimas, o acesso pelo helicóptero Águia foi pedido e isso por volta das 6h conseguimos fazer o socorro”, explicou. No total, 15 viaturas dos bombeiros participaram da operação.

*Com informações do repórter Victor Moraes

Artigo anteriorPM encontra cassino clandestino em área nobre de São Paulo
Próximo artigoRicardo Nunes sanciona lei que coloca no final da fila os ‘sommeliers da vacina’