O governo de São Paulo recebeu neste sábado, 26, um lote com 6 mil litros de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para produção de 10 milhões de doses da CoronaVac, que serão entregues ao Ministério da Saúde. Os insumos vieram da China, enviados pelo laboratório Sinovac, e chegaram ao Aeroporto de Guarulhos nesta tarde. Segundo o governador João Doria (PSDB), o Instituto Butantan vai começar a produzir as doses a partir deste domingo e deve iniciar a entrega das vacinas prontas em 12 dias. “Outra boa notícia é a chegada de mais 1 milhão de doses de vacinas prontas na próxima terça-feira, totalizando mais 11 milhões de doses da vacina do Butantan, a vacina da vida, a vacina do Brasil”, disse. O Butantan pretende entregar 100 milhões de doses da vacina ao Ministério da Saúde até o dia 30 de setembro, conforme contrato firmado com a pasta. Até o momento, 52 milhões de doses da CoronaVac já foram para o PNI (Programa Nacional de Imunizações).

 

Artigo anteriorPrefeitura do Rio adianta novamente a vacinação contra Covid-19
Próximo artigoBrasil ultrapassa o número de 512 mil mortos pela Covid-19