O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 16, que a partir do mês de agosto a capacidade de alunos permitidos em sala de aula nas escolas do Estado aumentarão. “Cada escola deverá determinar a capacidade de acolhimento total de alunos de acordo com a sua realidade, desde que sejam respeitados todos os protocolos de prevenção, com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento mínimo de um metro”, afirmou o governador João Doria (PSDB). Segundo ele, mais de 3 milhões de testes de Covid-19 foram comprados para serem aplicados em professores e alunos neste plano de retomada. A imunização dos professores e trabalhadores de escolas foi apontada pelo Estado como um dos motivos para o aumento da capacidade de estudantes nas salas de aula. Ela teve início em 10 de abril e foi dividida em quatro etapas diferentes. No momento, os docentes e trabalhadores da educação com entre 18 e 44 anos estão recebendo as primeiras doses de imunizante no Estado. Na situação atual do Plano SP, as escolas públicas e particulares têm direito a ocupar as salas com até 35% dos alunos e costumam fazer ensino presencial de forma escalonada.

* Mais informações em instantes

Artigo anteriorSaiba mais sobre todas as curiosidades do vinho e desvenda mitos da bebida
Próximo artigoInstituto Butantan abre inscrições para voluntários da vacina ButanVac