Funcionários públicos do Estado do Rio de Janeiro que já concluíram o ciclo de imunização contra a Covid-19 terão que voltar ao trabalho presencial. A decisão foi tomada pelo governador Cláudio Castro, que já publicou a medida no Diário Oficial. Aqueles que optaram por não tomar qualquer vacina contra a Covid-19 porque não quiseram ou não acreditam também terão que retornar ao trabalho presencial. De acordo com a orientação do governo fluminense, as pessoas retornam ao trabalho em instituições, órgãos e secretarias 14 dias após a conclusão do ciclo vacinal. A volta ao trabalho presencial será organizada de acordo com as demandas características e peculiaridades de cada repartição do Estado. O Rio de Janeiro já contabiliza, ao longo da pandemia, mais de 57 mil óbitos em todo o Estado — mais do que muitos países. Em breve, vai alcançar mais uma triste marca da pandemia: um milhão de infectados. A variante delta já está em mais de 100 países do mundo e já começou a circular pelo Rio.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga 

Artigo anteriorBusca por portabilidade dos planos de saúde tem alta de 50% em 2021
Próximo artigoJovem Pan, Instituto Brasil 200 e G10 Favelas concluem entregas de cestas básicas