Uma das referencias do ensino universitário no Brasil e na América do Sul, a Universidade Federal do Rio de Janeiro está lançando uma vaquinha virtual para arrecadar fundos e reformar o prédio da reitoria na Ilha do Fundão, na zona norte, que foi atingido por um incêndio no mês passado. O prédio é de 1957. O edifício Jorge Machado Moreira foi considerado um ícone da arquitetura, símbolo de modernidade e elegância, e ganhou prêmios internacionais do setor. A obra de restauração deve custar cera de R$ 4 milhões, mas como há outras pendências no prédio, já afetado por cinco incêndios ao longo dos anos, o investimento total pode chega a R$ 15 milhões.

A UFRJ promete ser clara e transparente na arrecadação e na aplicação desses recursos. Neste ano, por falta de verbas, a universidade ameaçou suspender as atividades agora em junho. O sinal de alerta chegou em Brasília e o governo federal liberou, recentemente, R$ 152 milhões. Os recursos são suficientes para manter a UFRJ operando pelo menos até setembro. Um estudo recente também mostrou que o problema do financiamento das universidades publicas e federais brasileiras não vem de agora, nem deste governo. Em 11 anos, o orçamento do MEC para as universidades federais caiu quase 40% no país.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Artigo anteriorProfessoras executadas em SP teriam sido confundidas com dono de posto de gasolina
Próximo artigoAnvisa recebe novo pedido de importação da vacina Covaxin contra a Covid-19