Os vinhos possuem particularidades únicas, são capazes de transformar simples reuniões em verdadeiros shows de degustação, afirma o empresário e especialista em vinhos Marco Carbonari, dessa forma, o grande apreciador da bebida fala à nossa redação sobre os fatos que fizeram do vinho uma bebida tão extraordinário, conheça agora as curiosidades:

A primeira curiosidade é que o vinho do Porto não é produzido no Porto, na verdade, não é produzido no município de Porto. O que acontece é que sua produção é feita na cidade de Douro, a cerca de 100 km. Nessa região era concentrado o armazenamento, um estágio inicial antes do vinho ser exportado, deu-se então a fama do território.

O empresário Marco Carbonari é especialista em vinhos há anos, e com toda sua expertise no assunto ajuda a desvendar os mistérios da bebida e a dissecar informações sobre a mesma. Portanto, imbuído de conhecimento e paixão pelo vinho, o empresário fala sobre curiosidades do vinho, bem como desmente mitos.

Além disso, o empresário Marco Carbonari relembra algo que confunde muitas pessoas: a procedência do espumante. Dessa forma, a segunda curiosidade é que nem todo espumante é Champagne. Apenas vinhos produzidos na região de Champagne, na França, ou vinhos produzidos em regiões credenciados que possuem certificação são considerados autênticos, dessa maneira, se dá a célebre frase: nem todo espumante é Champagne, mas todo Champagne é um espumante.

Ademais, há pessoas que acreditam que para produzir vinhos brancos apenas Chardonnay e Sauvignon podem ser utilizadas, contudo, “uvas tintas também podem ser utilizadas para produzir vinhos brancos”, afirma Marco Carbonari. O que ocorre nesse processo é muito simples: há a separação das cascas e do mosto, pois são elas que conferem a cor tinta ao vinho. Por exemplo, no caso dos vinhos rosés, o contato entre as cascas e o mosto ocorre de forma moderada, dessa forma, há uma coloração rosada, nem branca, nem tinta.

Artigo anteriorMPs se mobilizam contra mudanças em Lei de Improbidade Administrativa
Próximo artigoSão Paulo vai aumentar quantidade de alunos com aula presencial em agosto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui